Festa “Rebobinar – Sexta-feira 13”: A despedida das Baladas Pelamordi

É com muita emoção que começo esse post, para os nossos seletos e verdadeiros leitores – aqueles que me acompanham há anos, que torcem pelo crescimento do Pelamordi e que sempre que podem comparecem em nossos pontos de encontro, também conhecidos como Baladas Pelamordi. Venho através dele, inicialmente agradecer a presença de todos na nossa última festa, a terceira edição da Rebobinar especial “Sexta-feira 13”.

10468374_895197907172430_1845779047804549109_n

Feita com muito carinho para o público manauara, o nosso “flashback divertido” e “não clichê” encerra a nossa era de baladas em Manaus. Foi uma noite muito especial, onde pude conversar com alguns de vocês, acenar, ver os sorrisos, conferir as turmas unidas e o meu foco principal: assistir vocês recordando de momentos do passado, ao ouvir certas músicas que são muito especiais para vocês.

Todo o projeto da Rebobinar é feito com muito carinho, até porque é a realização de um sonho pessoal meu. Desde a escolha do tema, as datas, os setlists, os djs convidados, os prêmios. Tudo é feito com muita atenção para proporcionar uma experiência ímpar a todos os presentes.

Primeiras Memórias (2006) - Eu, só o aro, discotecando pela 1ª vez

Primeiras Memórias (2006) – Eu, só o aro, discotecando pela 1ª vez

2010 a 2014: Mais de 25 festas

Foram ao total 12 festas originalmente do Pelamordi feitas de 2010 a 2014. “Pelamordi”, “Diva x Diva” (3), “It’s Britney Bitch”, “Kiki” (3), “Rebobinar” (3) e “Werk”. Todas elas como uma forma de expressão, fuga criativa e alternativa musical na noite de Manaus, para os meus amigos e leitores. Ouvimos os melhores hits das rádios, músicas alternativas, b-sides, remixes não oficiais e mashups surprrendentes de nossas canções preferidas.

Todas elas foram feitas inspiradas no que estava acontecendo no meu grupo de amigos, no cinema, moda fora do país, na tv e diversas outras tendências que vão de música à design. As Baladas Pelamordi foram fugas criativas e  forma de expressão.

Além das Festas realizadas pelo Pelamordi, nesse período de 4 anos também realizei 16 eventos em parceria com outros colegas festas como “Chickens Can Fly” (12), “Xibata” e “Toca Madonna” (3). Sem contar as diversas festas e boates que toquei na cidade e fora do estado nesse período. Ou seja: foram 4 anos muito produtivos e com muitas opções de eventos para vocês.

A hora de dar tchau

A decisão de encerrar os projetos de festas é uma forma de buscar coisas novas, sejam elas pessoais,  profissionais e artísticas. Nem todos sabem, mas fazer festa não é um pouco fácil, muito menos em Manaus: um local que pouco se valoriza serviços de arte, cultura, música alternativa e projetos inovadores. Mas mesmo assim, como vocês viram os dados acima, consegui realizar mais de 25 eventos em 4 anos, que somam diversos designs, vídeos e mixtapes. Ufa!

E, em meio de “dificuldades regionais”, tempos atrás ficou mais claro que estou em um novo momento, onde a melhor opção é concluir o projeto das Baladas Pelamordi e seguir em frente, com tantos outros projetos que borbulham em minha mente diariamente.

Curta-metragem “Pegapacapá” foi inspirado na nossa primeira festa, em 2010:

Mas e o “Rafa DJ”?

Vocês poderão continuar acompanhando meus sets tanto com minhas mixtapes aqui no portal e quando surgir oportunidades em locais para tocar. Música faz parte da minha vida e continuarei com ela até o fim. Fiquem ligados aqui no Pelamordi para saber detalhes.

Pelamordi - Freira quer vc

“Pelamordi (2010) e sua Freira

Agradecimento

É tanta gente para agradecer! Falei antes que existe muita falta de apoio em Manaus, mas falo nisso quando a gente bate a porta de patrocinadores e apoiadores e eles demoram semanas para falar se querem patrocinar e pior: aqueles que dizem que “amam o projeto” mas não fazem nada. Por outro lado, são meus amigos, colegas, parceiros, leitores e família que prestigiaram com tanto carinho cada festa produzida, cada teaser, cada vídeo, cada experiência que tentamos proporcionar para vocês.

Ainda tive muita sorte de ter tido parceiros como Musique NuitGlam Dancing Bar (Saloon Pub), Viúva Champanheria  e ArteFato, eles que deram oportunidade de festas como as nossas acontecerem. Além, claro, de meus amigos, que me ajudaram de formas inimagináveis. Preciso deixar registrado: Evelyn, Márcio, Thaianty, Erica, Ananda, Victor, Mônica, Alan, Alessandra, Natália, Tamyres, Camila, Maycon, Deinha, Sheila, Mateus, Rodrigo, Rezz, Breno, Mel, Bruno, Ediane, Rafael, Neto, Luana, Filipe, Carol, Raphael, Rodrigo, Jéssica, André, Murilo, André, Lucas, Sara, Suelem, Dila, Ramona, Kaline, Diego,Carol, Pedro, Laís e mais alguns que estão no coração. Eu jamais esquecerei toda e qualquer ajuda de vocês.  

E, claro, não posso deixar de agradecer a minha família, que desde o início não julgou minhas decisões e vontades, mas buscou incentivar e apoiar todos os projetos. Sandra, Flávio, Tatiane, Viviane, Rodrigo, Raquel, Mariah, Ana, Birico e Diego. Obrigado pelo apoio incondicional, especialmente nos momentos mais difíceis.

Pelamordi Dj_Musique Nuit_Twestival 2011

Eu, 3 anos atrás. Serelepe sempre.

E você que chegou até o final, esperando o meu agradecimento: obrigado por ter presenciado momentos tão importantes da minha vida, você esteve presente em projetos que entreguei minha alma e coração. Onde pude me expressar e quem sabe ter te proporcionado um momento importante. Sei de pessoas que ficaram, namoraram, brigaram, choraram, recalquearam, vomitaram, fizeram amizades, desfizeram amizades e tiveram momentos de muita diversão. Obrigado por tudo, mas lembrem-se: nunca levem a vida tão a sério, precisamos sempre celebrar a vida e lutar pelo que nos faz feliz.