Rebobinar é viver: começando a semana com Sugar Ray e o hino “Every morning” de 1999

Ah, 1999. Já falei pra vocês minha opinião sobre esse ano? Melhor ano da música. Onde todo mundo ouvia de pagode ao heavy metal. E uma das bandas mais gostosinhas da época era o Sugar Ray (especialmente pelo vocalista, que até mexeu com o coração de Madonna). Esse primeiro single do disco 14:59 foi um enorme hit (não saia do Disk Mtv e da Jovem Pan 2), essa mistura de violão, um ritmo californiano e uma letra gostosinha de se cantar.

qWkTRJZZ7m4

Muso

madonna-and-Mark-McGrath---sugar-ray

Eles são cheios de hits, mas hoje escolhi essa faixa, para começar bem essa segunda-feira chuvosa de Manaus.

Advertisements

Rebobinar é viver: Os melhores programas da ‘MTV Clássica’

rebobinar_mtvclassica

Nessa semana o Pelamordi completa cinco anos de serelepicidade amazônica e, como o clima é de aniversário e nostalgia, resolvemos Rebobinar e lembrar de uma das coisas que formou o nosso caráter pop: a MTV. Há duas semanas, quando assistíamos o VMA, a sensação era de: “ok, apresentações legais, mas na nossa época a premiação era beeeem mais divertida”. Daí, comecei a pensar que, dez anos atrás, a Music Television como um todo era tão mais legal do que aquele amontoado de stand ups e reality shows que invadiram o canal até que ele se tornasse só mais um na TV a cabo ano passado.

Com isso em mente, fizum ranking dos melhores programas da MTV clássica. Vamos rebobinar?

anigif_enhanced-17101-1393882644-1

 

10. Soda Pop:

Esse quase ninguém lembra. Ia ao ar na hora do almoço e era apresentado pela Silvinha Faro. Lá, passavam clipes de divas pop B, como Jessica Simpson, Mandy Moore e Stacy Orrico, além de ter uma overdose de J.LO, Xtina, N Sync e, claro, Britney (até porque o nome do programa é o mesmo que uma das músicas do primeiro álbum dela). Pena que um belo dia, sem nenhuma explicação, parou de ir ao ar. Sdds.

(único registro desse programa no Youtube, hahaha)

9. Megaliga de VJs Paladinos:

Um momento bem bacana da história da MTV. No programa, os VJs ganhavam superpoderes em uma história à la X Men (nesse caso, o professor Xavier era o Cazé Peçanha). Foi um dos últimos suspiros de criatividade da Music Television. Isso dez anos atrás. Snif!

8. Programação de verão:

Olha, eram tantas coisas que não dá para escolher. Casa da Praia, Luau, Toca aí, as gincanas, enfim, era tudo tão divertido que agora caiu até uma lágrima. Essa programação especial era exibida depois daquele amontoado de reprises que a MTV passava em dezembro (outra #sdd), logo na primeira semana de janeiro e ia até fevereiro/março, quando a TV voltava de férias propriamente ditas. Todos os VJs participavam, cada um à sua maneira, e o resultado era uma grande farofa!

7. VJ Por Um Dia:

Outro não muito lembrado, mas que também era muito divertido. Exibido aos domingos, o programa selecionava um telespectador, que virava, como o nome diz, VJ por um dia. Ele tinha a chance de escolher os clipes e momentos da MTV que queria assistir e isso virava um programa de uma hora, apresentado por quem? Pelo “VJ”, claro. Nessa brincadeira, um VJ acabou sendo selecionado de verdade. Alguém lembra do Levy?

6. Fanático MTV:

Assim como muitos programas da MTV, esse passou por alguns formatos diferentes. No entanto, o meu preferido era aquele exibido nas noites de sábado em três partes: na primeira, o artista visitava o arquivo da MTV e podíamos assistir a vários momentos protagonizados por ele na Music Television. Em seguida, o canal exibia um mini documentário sobre a trajetória do ‘objeto’ da semana. Por fim, o artista ou a banda fazia um pocket show nos estúdios da MTV (gente, sdds quando todos os programas eram no mesmo estúdio #budget).

5. Supernova:

Programa preferido do Rafa, o Supernova trazia as novidades de clipes e da música em geral, além de receber os ídolos em seu estúdio. O programa era apresentado pela Didi e pelo Marcos Mion antes da fama, mas também foi comandado por Chris Couto, Chris Nicklas, Edgar Piccoli e Marina Person e qualquer outro VJ que estivesse de bobeira pelos estúdios da EME-TE-VÊ.

4. Quiz MTV:

Os programas de perguntas e respostas tiveram vários formatos na MTV – do Neurônio ao Covernation, passando por uma das temporadas do Fanático, mas o meu preferido mesmo era esse apresentado pelo Rafael Ramos e pela Adriane Galisteu (OI?). Lá, artistas ou fãs se ‘degladiavam’, respondendo perguntas sobre o universo pop, além de participarem de provas como o karaokê no chuveiro ou a das faixas do CD (onde eles tinham que dizer todas as músicas que tinha em disco X). Esse programa durou pouco, porque a Galisteu resolveu apresentar o Superpop ou whatever programa flopado em algum outro canal de TV (brinks, adorava o programa Charme, no SBT hahahaha).

3. Fica Comigo:

Antes da Cicarelli mandar o pessoal beijar sapos, a diva Fernanda Lima era o cupido número 1 da MTV. Quem não lembra dos presentes da Imaginarium? Ou das músicas que eram escolhidas pro momento romântico final? Ou daquele constrangimento quando o beijo era dado na bochecha? Ou até mesmo de quando um dos candidatos errou o nome da pretendente? Exibido no início do século 21, o programa marcou época por ser o primeiro da TV brasileira a exibir um beijo gay. TRÁ na tua cara, Malafaia!

2. Piores Clipes do Mundo

Não tem como falar de MTV e não falar desse programa. Ele experimentou alguns formatos – com a Marina Person e depois com o João Gordo e o Ferrugem -, mas o ápice mesmo foi quando Marcos Mion assumiu a apresentação. Para o programa, ele levou o ‘micon’ (aquela versão que fazia dos clipes – sdds ‘I turn to you’ da Christina) que já apresentava nos tempos de Supernova e fez da ‘pérola videoclíptica’ o momento mais esperado. “Tieta”, “Mama África”, “Maicon, eles não ligam pra gente”… Desafio você a assistir a ‘decupagem’ de cada um desses clipes e não morrer de rir

1. Disk MTV

Aaaah, o ápice! Saudades de ligar a TV e torcer para a Avril Lavigne ganhar do Linkin Park (sim, eu era dessas) ou de ver uns artistas que OI? tipo Jay Vaquer (sdds clipe ‘A Miragem’)  ou O Surto (~um rosto lindo e um sorriso encantador~) levando a primeira posição do dia. Pouca gente lembra, mas o Disk era tão democrático que teve uma época em que o Leonardo com um clipe todo bonito brega foi líder da parada, assim como o Falamansa no início da carreira. O Disk foi apresentado por muita gente, mas é da Sabrina e da Sarah que todo mundo lembra. Ninguém precisa lembrar daquela fase com as gêmeas Beijos Blues e Poesia, né?

Curiosidade: na primeira parada do Disk, em 1990, o clipe mais votado foi o “Garota de Ipanema”, da Marina Lima (também o primeiro a ser exibido na MTV) e, no último programa, em 2006, XTina levou com “Hurt”.


E você? De que programa sente mais falta? O que quer ver na sessão Rebobinar? Comentem, curtam, compartilhem e curtam o compartilhamento!

VOLTA, MTV!

VOLTA, MTV!

 

Fim da MTV Brasil – Tristeza? Acho que não

Olha, eu não queria falar sobre isso mas não consigo evitar. Como muito sabem, sou cria da MTV e um dos meus grandes sonhos era ser vj da emissora. Pudera, assisti vjs como Sabrina Parlatore, Edgard Piccoli, João Gordo, Adriane Galisteu, Babi, Chris Couto, Gastão, Marina Person, Chris Niklas, Marcos Mión, Penélope Nova, a sem sal Sarah Oliveira e muitos outros. 

Último Acesso MTV:


Daí esta semana me deparei com a notícia de que os vjs atuais estão sendo demitidos, programas foram cancelados e que parece que aquele antigo boato que a “MTV Brasil vai fechar” finalmente chegou a realidade. Diz que agora será canal pago.


Um pouco da história do Disk Mtv:


Tristeza? Sim, claro. Muitos jovens também cresceram se informando musicalmente e até socialmente com a emissora. Mas daí uma coisa me ocorreu: tristeza? Com esses vjs atuais que esbanjam falta de personalidade e programas sem conteúdo e informação? Acho que não.

Animação e personalidade das apresentadoras mais queridas da emissora
Fico feliz de ter acompanhado o melhor da emissora, que foi muitos anos atrás, e guardo na memória o que realmente foi bom.


por Rafael Froner